Page 15 - SALVADOR RESILIENTE.indd
P. 15

Estratégia de Resiliência para Salvador apresenta um planejamento de longo prazo, esta-
                              belecendo iniciativas e políticas públicas que adotam a resiliência como valor central para
                              geração de dividendos nos múltiplos aspectos da cidade.  Este trabalho é pautado pelo
                              espírito público de construir uma cidade inclusiva, igualitária, moderna e inovadora – um
                              legado para gerações futuras. Esta Estratégia foi construída sob o signo da co-criação:
                              entre secretarias, órgãos e diretorias da Prefeitura Municipal de Salvador; entre setor pri-
                              vado, órgãos de representação do comércio e da indústria, startups, empresas, investido-
                              res e academia; entre comunidades de diversos bairros, organizações não governamen-
                              tais locais e internacionais; entre consultores e estudiosos do Brasil e de várias partes do
                              mundo, e em parcerias com cidades dos cinco continentes.

                              O trabalho tomou por base o conjunto de estudos existentes, como o Planejamento Es-
                              tratégico 2013-2016 e 2017-2020, o Programa Salvador 360, e os estudos para prepara-
                              ção do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU 2016). Foram considerados e
                              incluídos os planos e políticas setoriais como o Plano de Mobilidade (PlanMob), a Política
                              Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável – Lei 8.915/2015, e políticas
                              em construção como o Plano Municipal de Cultura, o Plano Municipal de Adaptação e Mi-
                              tigação da Mudança Climática, o Plano Municipal de Saneamento, entre outras iniciativas.

                              Pela necessidade de se manter atualizado e pertinente ao contexto urbano que é sujeito
                              a mudanças diversas, a Estratégia de Resiliência se propõe a ser um documento vivo,
                              participativo e flexível, que não se encerra em si mesmo. Ao contrário, se apresenta como
                              base para pensar em uma cidade integrada, sustentável, inovadora e resiliente.

                              Primeiramente, este documento apresenta a visão para Salvador Resiliente. Em seguida,
                              apresenta-se o perfil da cidade a partir de dados econômicos e demográficos, de forma
                              a retratar seu contexto atual. Depois, é apresentado o Programa 100 Cidades Resilientes
                              capitaneado pela Fundação Rockefeller e como Salvador se inseriu no Programa. A meto-
                              dologia para construção da Estratégia dividida nas fases 1 e 2 é detalhada, demonstrando
                              todo o processo colaborativo. A parte central da Estratégia apresenta as iniciativas e
                              os objetivos específicos de cada um dos cinco Pilares (Cultura e Múltiplas Identidades;
                              Comunidade Saudável e Engajada; Economia Diversificada e Inclusiva; Cidade Informada
                              e Governança Inovadora; Transformação Urbana Sustentável). Nesses Pilares, estão tam-
                              bém inseridas ações que adotam valores da resiliência e estão previstas no Planejamento
                              Estratégico 2017-2020 e no Programa Salvador 360.

                              Finalmente são apresentadas as etapas para a implantação das iniciativas, bem como o
                              processo de monitoramento da evolução das mesmas.





 12  Salvador Resiliente                                                                   Salvador Resiliente   13
   10   11   12   13   14   15   16   17   18   19   20